terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Funalfa lança 3º Concurso de Marchinhas Carnavalescas de Juiz de Fora


A Funalfa abre nesta segunda-feira, 10, o período de inscrições para o 3º Concurso de Marchinhas Carnavalescas de Juiz de Fora – Prêmio João Cardoso. Os interessados em concorrer devem se dirigir ao Setor de Expediente da Funalfa (Avenida Rio Branco 2.234 – Parque Halfeld), de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30 e das 14h30 às 17h30, até o dia 10 de janeiro de 2013. As inscrições são gratuitas.

Podem participar da concorrência artistas, músicos e interessados em geral. Serão aceitas somente músicas na modalidade marchinha de carnaval tradicional, com canções inéditas e de temática livre. O edital e a ficha de inscrição estão disponíveis no site www.pjf.mg.gov.br.

Cada autor pode inscrever até três músicas, de composição individual ou em parceria. É preciso entregar CD contendo a gravação da música inscrita, usando, no mínimo, voz e violão. Dentre as propostas inscritas, a comissão julgadora do concurso, formada por cinco avaliadores, vai selecionar 12 finalistas. A relação será divulgada até o dia 19 de janeiro de 2013.

A etapa final do concurso acontece entre 30 de janeiro e 3 de fevereiro de 2013, em local a ser definido pela Funalfa. Na data escolhida, as composições finalistas serão interpretadas ao vivo para o público e o corpo de jurados. Serão distribuídos R$ 4.100 em prêmios, sendo: R$ 1.500,00 para o primeiro lugar e R$ 1.000,00 para o segundo classificado. O terceiro lugar e o melhor intérprete receberão R$ 800 cada.

Lançado em 2011, o Concurso de Marchinhas Carnavalescas de Juiz de Fora tem como objetivo valorizar a música carnavalesca, seus compositores e intérpretes. Na primeira edição, foi prestada homenagem à carnavalesca Nancy de Carvalho. Já o ano seguinte, o sambista Synval Silva deu nome ao prêmio.

A terceira edição do concurso recebe o nome de Prêmio João Cardoso, em referência ao carnavalesco juiz-forano que integrou a ala dos compositores da Escola de Samba Turunas do Riachuelo. Ao lado de Nelinho, foi um dos fundadores da extinta Escola de Samba e Grêmio Recreativo Unidos de Mariano.

Na edição inaugural, o vencedor do concurso foi Carlos Fernando Cunha, com a marchinha “Perambulando”. Em 2012, o primeiro lugar foi para a música “A trombeta do Salim”, de Olimpio e Adriano Brandão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário